METODOLOGIA UTILIZADA PELA BIBLIOTECA UNIVERSITÁRIA DA UNISUL PARA REGISTRO DE DADOS BIBLIOGRÁFICOS, UTILIZANDO O FORMATO MARC 21

Ana Claudia Philippi Pizzorno

Cristiane Salvan Machado

Daiane da Silva Martins Tomaz

Deisi Martignago

Juliana Vavolizza

Luciana Mara Silva

Maisa de Amorim Bleyer

Nilda Silveira Souza

Salete Cecília de Souza

Sibele Meneghel Bittencourt

Soraya Arruda Waltrick

Susana Luisa Lorenzon

Tatyane Barbosa Philippi

 

Resumo: Apresenta o instrumento de trabalho adotado pelo Grupo de Bibliotecárias da Biblioteca Universitária da Universidade do Sul de Santa Catarina - UNISUL para o registro de dados bibliográficos na utilização do Formato MARC 21. Com a implantação do Sistema Pergamum, sentiu-se a necessidade do uso de ferramenta para agilizar o processo de seleção dos parágrafos essenciais, padronizar dados, evidenciar modelos. Foram criadas planilhas separadas por tipo de material para o tratamento técnico da informação como metodologia unificada para o trabalho descentralizado.

Palavras-chave: Biblioteca universitária - Tratamento da informação; Catalogação – Processamento de dados; Formato MARC 21; Sistema Pergamum.

 

1 INTRODUÇÃO

No cenário do século XXI, o papel das Bibliotecas é enfatizado consideravelmente, pois, por essa via, identifica-se a possibilidade de acesso ao conhecimento disponível, ampliando o desenvolvimento humano. Sendo assim, após várias ampliações que a Biblioteca Universitária (BU) da Universidade do Sul de Santa Catarina (UNISUL) passou,  buscou-se na informatização do seu acervo a ampliação e melhoria de seus produtos e serviços. Em virtude da sua estrutura descentralizada, um passo importante para dar continuidade à informatização da Biblioteca foi a escolha do software Pergamum, desenvolvido pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUCPR).

A equipe da BU da UNISUL, como forma de se estruturar, criou um grupo de trabalho denominado Projeto BUSCA, com o propósito de conhecer, aprender, simular e padronizar a utilização da nova ferramenta, o Sistema Pergamum, determinando quais os campos essenciais do Machine Readable Cataloging Record (MARC 21) que seriam adotados para inclusão dos dados bibliográficos. Para manter a uniformidade, a padronização e a qualidade dos dados para compor o banco de dados da BU, criaram-se planilhas que elencam os campos essenciais determinados, por tipo de documento.

É neste contexto que se descreve, no decorrer do artigo, a metodologia adotada a partir de experiências do Grupo de Bibliotecárias sobre a temática focada.

 

2 UNISUL

 A UNISUL iniciou sua história em Tubarão/SC, em 1964, com a criação da Faculdade de Ciências Econômicas e a implantação do  Instituto Municipal de Ensino Superior (IMES). Em 1967 foi criada por Lei Municipal a Fundação Educacional do Sul de Santa Catarina (FESSC), transformando-se em Universidade em janeiro de 1989. Atualmente, a UNISUL possui uma estrutura multi-campi, instalada nos municípios de Tubarão, Imbituba, Braço do Norte, Jaguaruna, Araranguá, Içara, Palhoça, São José e Florianópolis.

A universidade é um organismo dinâmico que participa ativamente na construção, disseminação e troca de informação e conhecimento, participando na descoberta de novas teorias, idéias e tecnologias. Para Dolence e Norris (apud KRZYZANOWSKI; COUTO, 1998, p. 1):

a universidade é lugar estratégico de saber qualificado e de formação profissional avançada. Com isso, o uso de novas tecnologias de informação e de comunicação eletrônica, apropriadas ao acesso, à organização e ao processamento da informação cada vez mais eficiente e eficaz, exige um moderno perfil  dos agentes de informação.

 
3 BIBLIOTECAS UNIVERSITÁRIAS

 
As bibliotecas universitárias são vistas como um espaço de ensino e aprendizagem, proporcionando meios de instrução que valorizam não somente a vida acadêmica, mas, também, a comunidade, colaborando para o exercício da cidadania, tendo como objetivo a satisfação do usuário com os serviços prestados, destacando-se,  assim, a missão da UNISUL. Na visão de Pizzorno (2003, p. 30):

a biblioteca universitária é um órgão de extrema importância para que a Universidade possa funcionar como agente positivo das mudanças sociais necessárias, pois é a biblioteca que possibilita, por meio de seus documentos, o conhecimento da realidade e a discussão sobre a mesma.

Para agilizar o processo de tratamento da informação, a utilização de software é um instrumento de apoio na reunião, organização e recuperação das informações em um banco de dados, ou seja, é a informação sendo modelada e transformada em produtos e serviços. Para Morigi e Pavan (2004, p.121):

 no mundo contemporâneo, as bibliotecas passaram a utilizar técnicas e processos automatizados e, amparadas pelo conhecimento científico, começaram a dar um tratamento diferente em relação ao armazenamento, registro, disseminação e recuperação da informação.

 Diante do cenário que se apresenta, o propósito deste artigo é compartilhar os instrumentos desenvolvidos para dar suporte às atividades de tratamento técnico da informação na BU da Unisul.

 

4 BIBLIOTECAS DA UNISUL

 
A BU também passou por várias etapas na tarefa de dar suporte aos cursos do então IMES, posteriormente à FESSC e à UNISUL. Nessa ampliação de unidades e de diversidade de acervo, tornou-se necessária a aquisição de um banco de dados mais abrangente e melhor estruturado que o Micro Isis, sofware utilizado até então. Em 2000, selou-se o convênio com o Sistema Pergamum, desenvolvido pela Divisão de Processamento de Dados da Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUCPR),  para a migração dos dados do banco da BU da Unisul.

 

5 METODOLOGIA PARA TRATAMENTO DE DADOS BIBLIOGRÁFICOS UTILIZANDO FORMATO MARC 21

 

Acompanhando a expansão da Unisul, destaca-se o desenvolvimento de suas bibliotecas, atualmente  contando com 16 Unidades. Em junho de 2000, iniciaram-se as atividades do Projeto Biblioteca Universitária Sistema Cooperativo Automatizado (Projeto BUSCA), com o propósito de informatizar e interligar as bibliotecas, proporcionando a democratização do acesso à informação. O projeto fomentou a implantação do Sistema Pergamum.

O acervo da BU da Unisul é formado por diversos materiais bibliográficos em diferentes suportes físicos, entre eles: livros, multimeios (disquete, slides, fitas cassete, fitas de vídeo, CD, DVD, etc.), enciclopédias, dicionários, monografias, dissertações, teses, documentos institucionais, mapas, atlas, anais, revistas, jornais, bases de dados, brinquedos, etc.

A organização do acervo contempla os seguintes critérios: para classificação usa-se a  Classificação Decimal de Dewey (CDD) e Classificação Decimal de Direito (CDDir); para notação de autor a tabela PHA de Heloísa de Almeida Prado. Para indexação, vocabulários controlados disponíveis na rede de computadores: Rede Pergamum, Biblioteca Nacional (BN) e Library of Congress (LC). A base para a catalogação é o nível 2 do Código de Catalogação Anglo-Americano (AACR2). Como formato bibliográfico de catalogação legível por computador é utilizado MARC 21 – formato este adotado internacionalmente como padrão de representação e exportação de dados bibliográficos.

A alimentação dos dados dos materiais em processo de preparo técnico é realizada diretamente nas telas do Módulo de Catalogação do Sistema Pergamum, sem uso de formulários.

Cada registro MARC 21 é dividido em campos (identificado pela etiqueta, tipo de dado) e subcampos, segundo Furrie (2000, p. 23) “10%  das etiquetas são usados sempre, e os outros 90% são usados ocasionalmente ou raramente”.

Em decorrência disso, e de experiências vivenciadas na BU Unisul, sentiu-se necessidade de criar um documento que servisse como guia na inclusão dos dados nos parágrafos do MARC 21, em consonância com o Sistema Pergamum para o tratamento da informação. Sob as orientações da equipe técnica do Sistema Pergamum, na implantação, foram determinados os parágrafos essenciais  do MARC 21 para o tratamento dos documentos que compõem o acervo da BU Unisul. Desde então, o grupo de bibliotecárias da Unisul vem desenvolvendo um instrumento de trabalho composto por  diferentes planilhas, elaboradas na seguinte ordem: livros, anais e obras de referência; autoridades; multimeios; normas técnicas; monografias, dissertações e teses; periódicos e artigos.

Partindo desta organização, inicia-se a construção das planilhas de tratamento técnico, por tipo de material. Este instrumento tem como principal objetivo preestabelecer parágrafos essenciais, padronizar dados, evidenciar modelos como forma de metodologia unificada para o melhor desenvolvimento de um  trabalho descentralizado.

Inicialmente as planilhas serviram como elemento norteador para o Grupo de Bibliotecárias que começava a trabalhar  na alimentação do Sistema Pergamum, no uso do MARC 21.

A partir da aplicação da primeira planilha de livros, anais e obras de referência (Apêndice A) agilizou-se o trabalho de procura e utilização dos parágrafos essenciais no momento da inclusão dos dados no sistema. Na seqüência, o Grupo de Bibliotecárias elaborou novas planilhas  contemplando outros documentos. Neste artigo estamos apresentando a primeira planilha e também a planilha de monografias, dissertações e teses (Apêndice B).

Atualmente, as planilhas são utilizadas como guia aos bibliotecários atuantes e, principalmente, aos iniciantes, servindo também na otimização do tempo despendido na realização desta atividade. As planilhas são  atualizadas sempre que necessário, de acordo com as decisões do referido grupo com vistas às atualizações dos padrões utilizados.

 

6 CONSIDERAÇÕES FINAIS

 

A experiência relatada neste documento vem ratificar a política institucional da Unisul que visa ao trabalho descentralizado e qualificado. Neste sentido, as planilhas serviram também como base para a elaboração dos documentos normativos da BU UNISUL, no que se refere ao tratamento técnico da informação como padrão de excelência a ser seguido.

Para alcançar um nível mínimo de maturação, exigiu-se dos profissionais bibliotecários: conhecimento, estudos, troca de informações, pesquisas em outras instituições e intenso trabalho em grupo, resultando na criação do instrumento aqui apresentado.

Cabe lembrar que as planilhas não têm por fim substituir o formato MARC 21 nem, tampouco, o AACR2. Funcionam como uma diretriz inicial para inclusão dos dados bibliográficos desejáveis no Banco de Dados da BU Unisul. O resultado da criação destas é a limitação salutar?? na utilização dos parágrafos MARC, a otimização do tempo e a confiabilidade do tratamento técnico compartilhado na BU UNISUL.

As planilhas são um roteiro para o registro dos dados bibliográficos. Servem como instrumentos de consultas diárias, para sanar as dúvidas de forma prática. Devido à gama de informações que apresentam e à uniformidade de suas configurações, cumprem as determinações estipuladas pelo grupo de profissionais, a fim de gerar dados bibliográficos padronizados com confiabilidade de armazenamento, processamento, cooperação e recuperação de dados em nível internacional, decorrentes da utilização do formato MARC 21.

 

REFERÊNCIAS

 

FURRIE, Betty. O MARC bibliográfico: um guia introdutório, catalogação legível por computador. Brasília: Thesaurus, 2000.

MORIGI, Valdir José; PAVAN, Cleusa. Tecnologias de informação e comunicação: novas sociabilidades nas bibliotecas universitárias. Ciência da Informação, Brasília, v. 33, n.1 p. 117-125, jan./abr. 2004.

KRZYZANOWSKI, Rosaly Favero; COUTO, Mariza Leal de Meirelles do. Novas tecnologias e gestão da informação no Sistema Integrado de Bibliotecas da USP. São Paulo, 1998. Disponível em: <http://www.usp.br/sibi/nov-tec.html>. Acesso em: 31 jul. 2000.

PIZZORNO, Ana Cláudia Philippi et al. Curso de extensão a distância: interagindo na Biblioteca Universitária: espaço e serviços. Florianópolis: UnisulVirtual, 2003.

______

 

METHODOLOGY USED FOR THE LIBRARIES OF THE UNISUL FOR REGISTER OF BIBLIOGRAPHICAL DATA, USING THE FORMAT MARC 21

Abstract: Presentation of the instrument of work adopted for the Group of Librarians of the Universidade do Sul de Santa Catarina - Unisul for the register of bibliographical data in the use of the Format MARC 21. With the implantation of the Pergamum System, it was felt necessity of the tool  to speed the process of election of the essential paragraphs, to standardize data, to evidence models. Spread sheets for type of material for the treatment technician of the information had been created as methodology unified for the decentralized work.

Keywords: University library - Treatment of the information; Cataloguing - Data processing; Format MARC 21; Pergamum System

______

 

Ana Claudia Philippi Pizzorno

Especialista em Gestão da Informação; Unisul; Bibliotecária; Palhoça

E-mail: anacp@unisul.br

Cristiane Salvan Machado

Bacharel em Biblioteconomia; Unisul; Bibliotecária; Tubarão

E-mail: csalvan@unisul.br

Daiane da Silva Martins Tomaz

Bacharel em Biblioteconomia; Unisul; Bibliotecária; Araranguá

E-mail: daianemartins@unisul.br

Deisi Martignago

Bacharel em Biblioteconomia; Unisul; Bibliotecária; Palhoça

E-mail: deisi@inisul.br

Juliana Vavolizza

Bacharel em Biblioteconomia; Unisul; Bibliotecária; Tubarão

E-mail: juliana@unisul.br

Luciana Mara Silva

Bacharel em Biblioteconomia; Unisul; Bibliotecária; Palhoça

E-mail: lucianamara@unisul.br

Maisa de Amorim Bleyer

Especialista em Gestão da Informação e Gestão de Arquivos Públicos e Empresariais; Unisul; Bibliotecária; Tubarão

E-mail: maisa@unisul.br

Nilda Silveira Souza

Doutoranda em Ciências Empresariais; Unisul; Bibliotecária; Tubarão

E-mail: nilda@unisul.br

Salete Cecília de Souza

Mestre em Engenharia da Produção; Unisul; Bibliotecária;  Palhoça

E-mail: salete@unisul.br

Sibele Meneghel Bittencourt

Mestranda em Educação;  Unisul; Bibliotecária; Tubarão

E-mail: sibele@unisul.br

Soraya Arruda Waltrick

Especialista em Arquivos Públicos e Empresariais, Mestranda em Ciência da Informação. Unisul; Bibliotecária;  Palhoça

E-mail: soraya@unisul.br

Susana Luisa Lorenzon

Bacharel em Biblioteconomia; Bibliotecária; Unisul; Tubarão

E-mail: susana@unisul.br

Tatyane Barbosa Philippi

Bacharel em Biblioteconomia; Unisul; Bibliotecária; Florianópolis

E-mail: tatyane@unisul.br

   

 Artigo recebido em: 29/08/2006

Aceito para publicação em: 15/12/2006


APÊNDICE A – Planilha de Livros, Anais e Obras de Referência

Livros, Anais e Obras de Referência

Cadastro Acervo

Tipo de obra

Preencher de acordo com o tipo de cada obra

Situação do material

0 – Normal

Tipo de material

a - Material impresso

Nível bibliográfico

m – Monografia

Nível de codificação

#

Forma de catalogação

a - AACR2

Área do conhecimento

Classificação

Literatura

Sim - para obras literárias

008 – Livros

Primeira data

Data de publicação

19uu - para data indefinida

Segunda data

Para obra em mais de um volume, com a mesma edição, mas datas de publicação diferentes.

Lugar de publicação

Tabela com abreviações do local de publicação

Tipo da data/Status publicação

s - data conhecida/data provável

n - datas desconhecidas

Público alvo

A - Pré-escola

B – Primário

C - Ensino Fundamental

# - Desconhecido ou não especificado

Língua

Idioma da obra de acordo com tabela.

Registro modificado

# - Não modificado

Fonte de catalogação

D – Outros

Demais itens

Respeitando as características do material

 

20 – ISBN

Indicador 1

Indicador 2

Subcampo - Não repetitivo

 

#

#

\a 8523702008 (Obra completa)

\a 8523702013 (v. 1)

40 – F.catal.

Indicador 1

Indicador 2

Subcampo - Não repetitivo

 

#

#

\a BlCuPUC \c BlCuPUC \d BR-TbUSS

41 – Língua

Indicador 1

Indicador 2

Subcampo - Não repetitivo

 

0 - 1

#

\a por \h eng

43 – A.geog.

Indicador 1

Indicador 2

Subcampo – Repetitivo

 

#

#

\a e-fr---

 

45 – Á.cron.

Indicador 1

Indicador 2

Subcampo – Repetitivo

 

#

#

\a d5d5

82 – CDD

Indicador 1

Indicador 2

Subcampo

 

0

4

\a 510.19 \2 21

84 – Outras

Classificações

Indicador 1

Indicador 2

Subcampo

 

#

#

\a 340 \2 z

 

#

#

\a 869.93 \2  z

\a C869.93 \2 z

\a T869.93 \2 z

90 –Nºcham.

Indicador 1

Indicador 2

Subcampo

 

#

#

\a 510.19 \b A23 

 

\a 912 \b S61 \d REF

 

\a 004 \b  E73 \d ANA

 

\a 028.5 \b A23t \d B

Categorias de idades:

A = literatura infantil 0 a 6 anos

B = literatura infanto-juvenil 7 a 10 anos

C = literatura juvenil 11 a 18

 

\a 338.981643 \b F97 \d ESP - 2

100 – Entrada principal (Nome)

Indicador 1

Indicador 2

Subcampo

0-1-3

#

\aLouis \b XIII, \c Rei da França, \d 1601-1643

 

\a Lawrence, D. H.  \q (David Herbert),  \d 1885-1930

 

\a Montanari, Valdir, \d 1951-

110 – Entrada coletiva

Indicador 1

Indicador 2

Subcampo

0-1-2

#

\a Brasil.  \b Congresso Nacional.  \b Câmara dos Deputados.  \b Departamento dos Serviços de Taquigrafia\c \d \e \f \g \k \n \t

111 –Nome de evento

Indicador 1

Indicador 2

Subcampo

0-2

#

\a Congresso Sul \n (12. : \d 1983 jan. 01-05 : \c Itajaí, SC) \e Delegação de Curitiba \g \k \n

130 – Título uniforme

Indicador 1

Indicador 2

Subcampo

0 a 9

#

\a \d \f \g \h \k \l \n \p \s \t

240 – Título uniforme e original

Indicador 1

Indicador 2

Subcampo

0-1

0 a 9

\a Hiperactivity : why child. \g 19. ed. \l Português \d \f \h \k \n \o \p

245 – Título principal

Indicador 1

Indicador 2

Subcampo

0-1

0 a 9

\a Hiperatividade : \b entre crianças / \c [organizadores] Michael Sam ... [et al.] ; [tradução Eli Souza]

0-1

0 a 9

\a Memórias de um sargento de milícias \h [braile] / \c Manuel Antônio de Almeida

246 – Forma variada do título

Indicador 1

Indicador 2

Subcampo

0 a 3

#, 0 a 8

\a Photografic : \b imagine

250 – Edição

Indicador 1

Indicador 2

Subcampo

#

#

\a 3. ed. rev. e ampl.

\a 5. ed. rev. e atual. / \b por Carlos Alberto da Silva

260 - Publicação

Indicador 1

Indicador 2

Subcampo

#

#

\a São Paulo : \b Ática, \c 1999
\a São Paulo : \b Atlas, \c 1998-2001

\a [Florianópolis? : \b s. n., \c 19--?] 
\a Porto Alegre : \b [s. n.], \c 1999 
\a [S. l. : \b s. n.], \c 2000
\a São Paulo : \b [s. n., \c 2002?]

300 – Descrição física

Indicador 1

Indicador 2

Subcampo

#

#

\a xxiv, 204 p. : \b il. color. ; \c 29 cm + \e 3 cassetes sonoros, \f caixa \g 30 x 15 cm

\a 27 p. : \b il. ; \c 23 cm + \e disco sonoro (25 min. : 33 rpm, mono. ; 12 pol.)

\a 110 p. : \b il. ; \c 23 cm + \e 1 CD-ROM

\a 5 v. em braile ; \c 30 cm

\a [10] f. em braile impresso : \b il. ; \c 30 cm

440 – Série - título

Indicador 1

Indicador 2

Subcampo

#

0 a 9

\a Danças : \p ritmica ; \v v. 4 \n

\a Coleção adolescer  ; \v 8

\a Aves exóticas  ; \v 3

500 – Notas gerais

Indicador 1

Indicador 2

Subcampo

#

#

\a Inclui índice

\a Título retirado da capa

\a Edição retirada da capa

501 – Notas iniciadas com a palavra "COM"

Indicador 1

Indicador 2

Subcampo

#

#

\a Com: Reformed school / John Dury. London : Printed for R. Wasnothe, [1850].

504 – Nota de bibliografia

Indicador 1

Indicador 2

Subcampo

#

#

\a Inclui bibliografia e índice

505 – Nota de conteúdo

Indicador 1

Indicador 2

Subcampo

0-1-2-8

#-0

\a Conteúdo: v. 1. Pensamentos -- v. 2. Música \t \r

595– Nota de reimpressão

#

#

\a 5ª reimpressão de 2003

\a 6ª reimpressão de 2004 (ex. 102345 a 102348)

596 – Nota de material adicional

Indicador 1

Indicador 2

Subcampo

#

#

\a Material adicional dos exemplares de Laguna estão com prazo de uso expirado.

600 – Assunto-Nome pessoal

Indicador 1

Indicador 2

Subcampo

0-1-3

0 a 7

\a Law, D. H. \b II \c Papa \d 1917- - \x Viagens - \z Bahia \k \q \t \y

610 – Assunto-Entrada coletiva

Indicador 1

Indicador 2

Subcampo

0-1-2

#

\a Brasil \b Congresso \c \d \f \k \n \t \x \y \z

611 – Assunto-Nome de evento

Indicador 1

Indicador 2

Subcampo

0-2

#

\a Congresso Sul \n (12. : \d 1983 jan. 01-05 : \c Itajaí, SC) \e Delegação de Curitiba \g \k \t \x \y \z

630 – Assunto-Título uniforme

Indicador 1

Indicador 2

Subcampo

0 a 9

#

\a \d \f \g \h \k \l \n \p \x \y \z

650 – Assunto tópico

Indicador 1

Indicador 2

Subcampo

0

4

\a Água - \x Conservação  - \y Séc. XX - \z Brasil

651 – Assunto-Nome geográfico

Indicador 1

Indicador 2

Subcampo

#

4

\a Perú - \x História - \y Revolução, 1920 \z

700 – Secundária-Nome pessoal

Indicador 1

Indicador 2

Subcampo

0-1-3

#-2

\a Law, D. H. \b II \c Papa \d 1917- \e\k \q \t \4

\a Lewis, Thompson M., \d 1924-, \4 org.

\a Luckesi, Cipriano Carlos \4 [et al.] 

710 – Secundária-Entrada coletiva

Indicador 1

Indicador 2

Subcampo

0-1-2

#-2

\a Brasil.  \b Congresso Nacional.  \b Câmara dos Deputados.  \b Departamento dos Serviços de Taquigrafia\c \d \e \f \g \k \n \t

711 – Secundária-Nome de evento

Indicador 1

Indicador 2

Subcampo

0-1-2

#-2

\a Congresso Sul \n (12. : \d 1983 jan. 01-05 : \c Itajaí, SC) \e Delegação de Curitiba \g \k \t

\a Olympic Games \n (21st : \d 1976: \c Montreal, Quebec).\e Organizing Committee. \e Arts and Culture Program. \e Visual Arts Section

730 – Secundária-Título uniforme

Indicador 1

Indicador 2

Subcampo

0 a 9

#-2

\a \d \f \g \l \p \k

740 – Secundária-Título analítico

Indicador 1

Indicador 2

Subcampo

0 a 9

#-2

\a \n \p

777 – Entrada de publicado "COM"

Indicador 1

Indicador 2

Subcampo

1

#

\a Reformed school

 


APÊNDICE B – Planilha de Monografias, Dissertações e Teses

 

Monografias, Dissertações e Teses

 

Cadastro Acervo

Tipo de obra

6 – Dissertações

9 – Teses

10 – Mon. pós-graduação

Situação do acervo

0 – Normal

Tipo de material

t – manuscrito

Nível bibliográfico

m- Monografia

Nível de codificação

# - Completo

Forma de Catalogação

a- AACR2

Literarura

( ) Sim ( ) Não

Área do conhecimento

Classificação

008 – Livros

                                                                              Tipo de Data/ Status

n- Datas desconhecidas

s- Data conhecida / data provável

Primeira data

Data de publicação

19uu – para data indefinida.

Lugar de publicação

Tabela com abreviações do local de publicação.

Ilustração

# - Sem ilustração

a – Ilustrações

Público alvo

# - Desconhecido ou não especificado

Forma do item

# - Nenhum dos dados

Natureza do conteúdo

# - Não especificado

m – Teses e dissertações

Publicação oficial

# - Publicação não governamental

Publicação de conferência

0 – Publicação (não conferência)

Homenagem

0 – Publicação (não homenagem)

Índice

0 – Sem índice

1 – Índice presente

Ficção

0 – Não ficção

Biografia

# - Não contém biografia

d- Contém informações biográficas

Língua

Idioma da obra de acordo com a tabela.

Registro modificado

# - Não modificado.

Fonte de catalogação

D– Outros

 


 

40 – F.catal.

Indicador 1

Indicador 2

Subcampo – Não repetitivo

 

#

#

\a BlCuPUC \c BlCuPUC

\d BR-TbUSS

41 – Língua

Indicador 1

Indicador 2

Subcampo – Repetitivo

 

0 – 1

#

\a por \a eng

\a por \ b spa

43 – A.geog.

Indicador 1

Indicador 2

Subcampo – Não repetitivo

45 – Á.cron.

Indicador 1

Indicador 2

Subcampo – Não repetitivo

 

#

#

\a d5d5

82 – CDD

Indicador 1

Indicador 2

Subcampo

 

0

4

\a 510.19 \2 21

84 – Direito

Indicador 1

Indicador 2

Subcampo

 

#

#

\a 340 \2 z (tabela Doris de Queiroz Carvalho)

90 –Nºcham.

Indicador 1

Indicador 2

Subcampo

 

#

#

\a 510.19 \b A23 \c 1994 \d MON

Abreviações do Subcampo D:

TES = Teses

DIS = Dissertações

MON = Monografias de Pós-graduação

100 – Entrada principal (Nome)

Indicador 1

Indicador 2

Subcampo

0-1-3

#

\a Milioli, Geraldo, \d 1964-

245 – Título principal

 Indicador 1

Indicador 2

Subcampo

0-1

0 a 9

\a Abordagem ecossistêmica para a mineração: \b uma perspectiva comparativa para Brasil e Canadá / \c Geraldo Milioli ; orientador Jesse L. Thé; co-orientadoras Mary Louise McAllister, Aline França de Abreu.

246 – Forma variada do título (usado especialmente quando o título principal entrar por numerais)

Indicador 1

Indicador 2

Subcampo

0 a 3

# 0 a 8

\a Cento e cinqüenta anos com Eça de Queirós

260 – Publicação

 Indicador 1

Indicador 2

Subcampo

#

#

\c 1999


300 – Descrição física

Indicador 1

Indicador 2

Subcampo

#

#

\a xxiv, 403 f. : \b il., graf., tab., mapas ; \c 29 cm

\a [5], 112, [12] f. : \b il ; \c 30 cm

500 – Notas gerais

 Indicador                                                                1

Indicador 2

Subcampo

#

#

\a Inclui índice

502 – Nota de dissertação ou tese

Indicador 1

Indicador 2

Subcampo

#

#

/a Monografia (Especialização em Literatura Brasileira) – Universidade do Sul de Santa Catarina, Tubarão, 1992.

\a Dissertação (Mestrado em Educação) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 1991.

/a Tese (Doutorado em Engenharia de Produção) – Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 1999.

504 – Nota de bibliografia

Indicador

 1

Indicador 2

Subcampo

#

#

\a Inclui bibliografia

\a Inclui bibliografia e índice

505 – Nota de conteúdo

Indicador 1

Indicador 2

Subcampo

0-1-2-8

#-0

\a v. 1. Texto -- v. 2. Apêndices

520 – Nota de resumo

Indicador 1

Indicador 2

Subcampo

#

#

\a Resumo: Este trabalho tenta examinar a contribuição da História da Educação...

590 – Notas locais

 Indicador 1

Indicador 2

Subcampo

#

#

\a Obra disponível também em CD-ROM.

600 – Assunto-Nome pessoal

Indicador  1

Indicador 2

Subcampo

0-1-3

0 a 7

\a Amado, Jorge, $d 1912-2001 - $x Crítica e interpretação


650 – Assunto tópico

Indicador  1

Indicador 2

Subcampo

0

4

\a Mineração - \z Santa Catarina

\a Carvão - \x Mineração - \z Santa Catarina

\a Carvão - \x Mineração - \z Canadá

651 – Assunto-Nome geográfico

 Indicador 1

Indicador 2

Subcampo

#

4

\a Perú - \x História \y Revolução, 1920

\a Florianópolis - \x História

700 – Secundária-Nome pessoal

Indicador 1

Indicador 2

Subcampo

0-1-3

#-2

\a Lewis, Thompson M., \d 1924-
\a Luckesi, Cipriano Carlos \4 [et al.] 

\a Thé, Jesse Sotto Maior Lagos Neto, \e orientador

\a Abreu, Aline França de, \e orientadora

710 – Secundária-Entrada coletiva

 Indicador 1

Indicador 2

Subcampo

0-1-2

#-2

\a Universidade do Sul de Santa Catarina. \b Mestrado em Educação.

740 – Secundária-Título analítico

 Indicador 1

Indicador 2

Subcampo

0 a 9

#-2

\a \n \p

856 – Localização e acesso eletrônico

 Indicador 1

Indicador 2

Subcampo

#, 0-4, 7

#-2, 8

\u mailto:fulano@unisul.br

\u http://teses.eps.ufsc.br/defesa/pdf/2932.pdf

 

 

Revista ACB: Biblioteconomia em Santa Catarina, Florianópolis, v.12, n.1, p. 143-158, jan./jun., 2007.

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


Revista ACB: Biblioteconomia em Santa Catarina, Florianópolis (Brasil) - ISSN 1414-0594

Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.