Editorial

Evandro Jair Duarte

Resumo


Trabalhar com a Revista ACB é motivo de alegria e traz desafios a minha pessoa. Uma vez que venho descobrindo muitas outras formas de melhorias do trabalho com a Plataforma SEER e, também, como trabalhar com pessoas em sua mais ampla e variada forma de pensar e expressar.

Os textos que são submetidos são analisados e verificados se estão de acordo com o escopo da revista, assim que tudo se encontra de acordo eu encaminho para os avaliadores que estão registrados no nosso periódico. Com o retorno deles eu encaminho as diretrizes para os autores, com solicitação de ajustes, aceite imediato ou não aceite (o que é muito complicado de gerenciar).

Graças à Deus eu tenho uma equipe muito boa que me auxilia em vários momentos desse processo e tem dado certo até aqui.

Tenho um carinho especial pela revista e reconheço que precisamos de mudanças, o layout dela precisa se modernizar (o que foge à minha competência), uma capa poderia ser criada para cada edição (quem sabe alguém se junte a nós para ajudar nesse sentido?), entre outros pontos que discutimos e ainda não conseguimos colocar em prática.

Feito um papo mais pessoal e exposto o meu olhar sobre este momento, eu tenho o orgulho de apresentar a vocês leitores dos artigos desta revista a presente publicação com uma série de trabalhos de profissionais atuantes em diversas áreas em que um bibliotecário pode estar. Esses resultados demonstram a variedade de assuntos que podem ser abordados e tratados por esse profissional da informação.

Dessa feita, observa-se que esta edição contempla reflexões e estudos acerca da informação biblioteconômica e jurídica, blogs, mídia social, entre outros assuntos. Assim como, também, demonstra que o bibliotecário pode ser um profissional que possui um amplo campo de atuação, ele pode trabalhar com consultoria informacional, por exemplo. O atuar desse ator social perpassa o real e o virtual, a educação à distância e os pólos de universidades são espaços a serem preenchidos por profissionais da informação.

Observe a variedade de ações e funções de um bibliotecário e as oportunidades de realização de um trabalho que possa contribuir para afirmar seu espaço nos mais diversos locais, como as bibliotecas universitárias, escolares, especializadas, públicas, itinerantes, entre outras.

Importa refletir, aqui, que os estereótipos que cercam essa profissão podem ser afirmados ou não, acredita-se que a imagem criada por bibliotecários e demais profissionais da informação em seu local de trabalho pode vir a ser um direcionamento para os olhares do mercado de trabalho e para os espaços informacionais a serem ocupados. Qual é a sua obra? Qual imagem você irá passar para a sociedade? Vamos refletir!

 

 

 

Evandro Jair Duarte

Editor Gerente 


Texto completo:

Pdf

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


Revista ACB: Biblioteconomia em Santa Catarina, Florianópolis (Brasil) - ISSN 1414-0594

Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.